Reino Unido flag Reino Unido: Ambiente de negócios

Contabilidade e regras contábeis no Reino Unido

As regras contábeis

O ano fiscal
O ano fiscal para empresas começa no dia 1º de abril. O ano fiscal, normalmente, tem duração de 12 meses e as empresas podem preparar suas contas em qualquer data dentro desse período. O período de contabilização fiscal das empresas é, geralmente, o período de 12 meses para qual prepara suas contas, no entanto regras especiais se aplicam quando as contas cobrem um período superior a 12 meses. Para os períodos contábeis que se aproximam do ano fiscal, o lucro tributável é rateado e tributado de acordo com as taxas prevalentes nos dois exercícios fiscais que o ano contábil se sobrepõe.
As normas contábeis
As declarações financeiras do público nacional e estrangeiro devem ser preparadas de acordo com as normas do IFRS (Exceto no caso de empresas estrangeiras cujas normas de jurisdição residencial sejam consideradas, pela UE, como equivalentes às normas do IFRS). Existem 5 possíveis quadros de relatórios financeiros para pequenas e médias empresas, sendo a mais comum a FRS 102, a Norma de Relatório Financeiro aplicada no Reino Unido e na Irlanda. Esse quadro é baseado no IFRS, com algumas modificações, para as normas voltadas para pequenas e médias empresas.
Órganismos contábeis
Conselho de Relatórios Financeiros
A estrutura das contas
As empresas inglesas devem manter livros contábeis, nos quais constem todas as operações da empresa, e estabelecer contas anuais que abranjam um relatório anual, um resumo dos resultados, um balanço, uma tabela de fluxos financeiros, um apêndice, uma opinião dos auditores, uma declaração de perdas e ganhos registrados, uma comparação entre os movimentos de lucro dos acionistas e uma nota sobre os resultados com base nos custos históricos.
As obrigações de publicação
Os demonstrativos financeiros devem ser preparados anualmente.
As pequenas empresas (aquelas que atendem 2 dos 3 requisitos: volumes de negócios anual inferior a 10,1 milhões de libras esterlinas; o total do balanço não superior a 5,1 de libras esterlinas; e uma força de trabalho que não ultrapasse 50 funcionários) pode mapresentar um balanço, notas e um relatório especial de auditoria.
As médias empresas (aquelas que atendem 2 dos 3 requisitos: volume de negócios anual inferior a 36 milhões de libras esterlinas; um balanço que não exceda 18 milhões de libras esterlinas; e 250 ou menos funcionários) podem apresentar, no mínimo, uma demonstração de rendimento, declaração de outros resultados abrangentes, um balanço e uma demonstração das alterações no patrimônio líquido, relatório de diretores, relatório estratégico, relatório de auditoria e notas às contas.
Órgãos profissionais
Instituto Credenciado de Finanças Públicas e de Contabilidade
Instituto de Contadores Públicos da Escócia
Associação dos Técnicos de Contabilidade
Instituto dos Contadores Financeiros
A certificação e a auditoria
As empresas devem utilizar um contador certificado para realizar uma auditoria anual dos seus demonstrativos financeiros. Sujeitos ao cumprimento de certos critérios adicionais, as pequenas empresas podem usufruir da isenção de ter suas contas auditadas. Para mais informações, é possível entrar em contato com a Conselhor de Relatórios Financeiros.
Informações contábeis

Return to top

Alguma observação sobre este conteúdo? Fale conosco.

 

© eexpand, todos os direitos de reprodução reservados.
Últimas atualizações em Dezembro 2023