Arábia Saudita flag Arábia Saudita: Contexto político-econômico

Contexto econômico da Arábia Saudita

Indicadores econômicos

Para obter as previsões mais recentes sobre os impactos econômicos causados pela pandemia do coronavírus, consulte a plataforma de rastreamento de Respostas Políticas para COVID-19 do FMI para as principais respostas econômicas dos governos.

A Arábia Saudita é a maior força econômica do Oriente Médio e o mais rico dos países árabes. A política de grandes obras públicas empreendidas pelo governo, bem como o investimento direto estrangeiro e a solidez do sistema bancário e financeiro, ajudaram o país a se tornar a primeira economia regional e uma das principais no mundo. Contudo, sua economia é quase inteiramente baseada no petróleo, por isso o crescimento do PIB está intrisicamente ligado a este setor. Em 2021, o aumento do preço do petróleo e estabilização da pandemia da COVID-19 contribuíram para um crescimento do PIB estimado em 3,2% (Perspectivas Econômicas e Políticas do FMI, outubro de 2022). As previsões do Ministério das Finanças, a OCDE e o FMI concordaram em uma taxa de crescimento de 7,6% em 2023, antes de retormar a 3,7% em 2024.

A alta receita do petróleo pesou sobre o saldo em conta corrente da Arábia Saudita, como consequência da pandemia global, com um superávit estimado em 161,52 bilhões de dólares em 2022. Esse superávit deve reduzir abaixo de 122,69 bilhões de dólares em 2023 e 103,94 bilhões em 2024 (FMI, 2023). A medida tomada para conter o impacto da COVID-19 no setor privado implicou um aumento da dívida pública, que permaneceu em 30% em 2021 mas retornou a 24,8% em 2022. A relação dívida/PIB deverá estabilizar a 25,1% em 2023 e 24,6% em 2024 (FMI, 2023). A inflação subiu para 3,1% em 2021, em parte como consequência do aumento da taxa de IVA de 5% para 15%, seguindo para 2,7% em 2022, e deve estabilizar em torno de 2% nos próximos anos (2,2% em 2023 e 2% em 2024).

O estilo de vida é um dos mais elevados do Oriente Médio, com um PIB/per capita de mais de 27.941 dólares (FMI, 2023). De acordo com os últimos dados disponibilizados pela Autoridade Geral da Arábia Saudita para Estatísticas, a taxa de desemprego do total da população ativa (sauditas e não-sauditas, de 15 anos para cima) aumentou 9,9% no terceiro trimestre de 2022, um aumento de 0,2% em relação ao trimestre anterior; enquanto a taxa de desemprego total dos sauditas (homens e mulheres acima de 15 anos) permaneceu em 5,8%. Entretanto, a taxa de desemprego é muito maior para a população feminina do que a masculina (22,3% contra 6,1%).

 
Indicadores de crescimento 20222023 (E)2024 (E)2025 (E)2026 (E)
PIB (bilhões de USD) 1.108,151.069,441.109,511.150,511.188,13
PIB (crescimento anual em %, preço constante) 8,70,84,04,23,3
PIB per capita (USD) 34.44132.58633.14433.69534.115
Dívida Pública (em % do PIB) 23,824,122,420,719,2
Índice de inflação (%) n/a2,52,22,02,0
Taxa de desemprego (% da população economicamente ativa) 5,60,00,00,00,0
Balanço das transações correntes (bilhões de USD) 150,7563,5959,8650,7636,10
Balanço das transações correntes (em % do PIB) 13,65,95,44,43,0

Fonte: IMF – World Economic Outlook Database, October 2021

Principais setores econômicos

A agricultura representa 2,3% do PIB do país e emprega perto de 2% da população ativa (últimos dados disponíveis pelo Banco Mundial). Devido às restrições geográficas e climáticas do seu território (secas), a Arábia Saudita recorre à importação para cobrir suas necessidades de produtos agrícolas e agroalimentares. A escassez de água é um problema regional grave que o país poderá enfrentar nos próximos anos, uma vez que a crescente produção de trigo ameaça esgotar suas reservas de água. A Arábia Saudita é o maior mercado de agricultura da região Conselho de Cooperação do Golfo (GCC), porém a produtividade continua limitada se comparada com o investimento público que financia o setor.



O setor industrial representa mais de 45,5% do PIB , emprega 25% da força de trabalho e é dominado por atividades não manufatureiras (perfuração de petróleo). O país tem a maior reserva de petróleo do mundo e é também o maior produtor e exportador mundial de petróleo, que representa mais de 87% das exportações do país e cerca de 70% da receita do governo (e mais de 40% do PIB). A parte do setor industrial fora do setor petrolífero está em fase de crescimento em razão dos investimentos do Estado Saudita para a diversificação da economia (apesar da manufatura representar, atualmente, apenas 13,1% do PIB).



Por fim, os serviços representam mais de 52,2% do PIB e empregam 73% da população. Este setor é dominado principalmente pelo turismo e pelos serviços financeiros, bancários e de seguros. O turismo gera receitas muito altas (quase 4 milhões de turistas por ano), principalmente devido ao Hajj, a peregrinação à Meca - que ocorre no último mês do ano islâmico, a qual todos os mulçumanos devem fazer ao menos uma vez na vida. O governo saudita lançou o “Programa de Desenvolvimento do Setor Financeiro”, destinado a permitir que as instituições financeiras apoiem o crescimento do setor privado, desenvolvam um mercado de capitais avançado e melhorem o planejamento financeiro.

A atividade econômica global vive uma desaceleração generalizada e mais acentuada do que o esperado, com inflação acima da observada em várias décadas. A crise do custo de vida, o aperto das condições financeiras na maioria das regiões, a invasão russa na Ucrânia e a persistente pandemia de COVID-19 pesam muito no parnorâma. Prevê-se que o crescimento global desacelere de 6,0% em 2021 para 3,2% em 2022 e 2,7% em 2023, o perfil de crescimento mais fraco desde 2001, exceto pela crise financeira global e a fase mais grave da pandemia de COVID-19. Prevê-se que a inflação global suba de 4,7% em 2021 para 8,8% em 2022, mas caia para 6,5% em 2023 e para 4,1% em 2024 (Fundo Monetário Internacional - FMI, 2023). O impacto dos eventos mundiais de 2022 parece ter afetado os dois lados da maioria dos setores e mercados neste país pelo terceiro ano consecutivo - as interrupções na demanda esbarrando nos problemas de oferta - tornando as perspectivas de curto prazo incertas para a agricultura, indústria e setores de serviço.

 
Divisão da atividade econômica por setor Agricultura Indústria Serviços
Emprego por setor (em % do emprego total) 2,7 20,0 77,3
Valor agregado (em % do PIB) 2,4 53,3 39,2
Valor agregado (crescimento anual em %) 3,9 12,8 4,3

Fonte: World Bank, Últimos dados disponíveis. Devido ao arredondamento, a soma das percentagens pode ser superior / inferior a 100%.

 

Obtenha mais informações sobre o seu setor de atividade em nosso serviço Estudos de mercado.

 
 

Retrouvez tous les taux de change Conversor de divisas.

 

Indicador de liberdade econômica

Definição

O indicador de liberdade económica mede dez componentes da liberdade económica, divididos em quatro grandes categorias: a regra de direiro (direitos de propriedade, nível de corrupção); O papel do Estado (a liberdade fiscal, as despesas do governo); A eficácia das regulamentações (a liberdade de inciativa, a liberdade do trabalho, a liberdade monetária); A abertura dos mercados (a liberdade comercial, a liberdade de investimento e a liberdade financeira). Cada um destes dez componentes é medido numa escala de 0 a 100. A nota global do país é uma média das notas dos 10 componentes.}}

Nota:
66/100
Posição mundial:
63
Posição regional:
5


 

Classificação do ambiente de negócios

Definição

O ranking de ambiente de negócios mede a qualidade ou a atratividade do ambiente de negócios nos 82 países abrangidos pelas previsões do The Economist. Este indicador é definido pela análise de 10 critérios: o ambiente político, o ambiente macroeconômico, as oportunidades de negócios, as políticas no que diz respeito a livre iniciativa e concorrência, as políticas no que diz respeito ao investimento estrangeiro, o comércio exterior e o controle do câmbio, a carga tributária, o financiamento de projetos, o mercado de trabalho e a qualidade das infraestruturas.

Nota:
6.71/10
Posição mundial:
42/82

Fonte: The Economist Intelligence Unit - Business Environment Rankings 2021-2025

 

Risco país

Consulte a análise de risco do país sugerida por Coface.
 

Return to top

Fontes de informação econômica

Ministérios
Ministério das Finanças
Ministério da Economia e do Planejamento
Ministério da Energia (em árabe)
Ministério do Comércio e da Indústria
Ministério do Meio Ambiente, Água e Agricultura
Órgão de estatísticas
Autoridade Geral de Estatísticas
Banco Central
Agência Monetária da Arábia Saudita (SAMA)  (em inglês)
Bolsas de Valores
Bolsa de valores saudita (Tadawul) (em inglês)
Portais econômicos
Economy watch
 

Return to top

Alguma observação sobre este conteúdo? Fale conosco.

 

© eexpand, todos os direitos de reprodução reservados.
Últimas atualizações em Dezembro 2023